sábado, 15 de julho de 2017

FAZER O QUE É CERTO

Uma pessoa honesta faz o que é correto quando ninguém está vendo. O desonesto, só quando estão vendo.

Resultado de imagem para fazer o que é certo

Há uma pequena história que exemplifica minha frase e que conta uma experiência vivida entre um pai e um filho de 8 anos. A temporada de pesca numa pequena cidade do interior da Europa abriria à meia noite. O pai e seu filho chegaram nesta cidade à tardinha para iniciarem a pescaria no outro dia pela manhã quando já havia sido liberada a temporada para pescar. Porém resolveram irem até o lago para pegarem os peixes pequenos que estavam liberados, pois estes serviriam como isca para o dia seguinte.

Eram 22 horas (faltava 2 horas para a meia noite – a abertura da temporada) e eles já estavam para irem embora quando o garoto fisgou um peixe enorme que só poderia ser pescado a partir da meia noite. O menino olhou para o seu pai e disse: e agora pai, o que vamos fazer? Já é quase meia noite e não tem ninguém aqui nos vendo pai? Filho: o que você acha que deveria fazer? O menino triste tentou argumentar com o pai que não iria fazer muita diferença, já que dali duas horas estava liberada a pesca desse peixe. Mas o Pai lhe mostrou que eles deveriam fazer a coisa certa. Imagine filho, se todos no planeta pensassem assim? Todos iriam desobedecer às leis, afinal é uma coisinha pequena. E assim devolveram o peixe ao lago. Amanhã pegaremos outro maior brincou seu pai. O menino ficou triste e chateado por um bom tempo e só mais tarde foi entender a grande lição da sua vida. Hoje, adulto, ele leva seu filho a pescar no mesmo lago e sempre lembra e repete para seu filho essa grande lição que aprendeu com pai já falecido.

Jesus disse certa vez que QUEM NÃO É FIEL NAS PEQUENAS COISAS, NUNCA SERÁ NAS GRANDES. Vivemos no Brasil uma crise moral muito grande. Parece que fomos aprendendo a pescar antes da hora, a burlar as leis, a estacionar o carro onde não devemos, afinal, ninguém está vendo. A tirar vantagens de tudo e cada um pensando em si mesmo, no seu bem-estar. E não é só políticos não, não é só na Petrobras, não é só em Brasília, mas é aqui na nossa casa, no nosso trabalho, no nosso bairro, na nossa cidade, afinal, ninguém está vendo.

Temos que pensar nos outros, temos que pensar no Brasil. Sair de uma visão individualista, para uma visão comunitária. SENHORES PAIS – AQUILO QUE FAZEMOS NA FRENTE DOS FILHOS, FALA TÃO ALTO QUE OS FILHOS NÃO ESCUTAM AQUILO QUE DIZEMOS.


Adroaldo Lamaison

Nenhum comentário:

Postar um comentário